Dodge Charger Daytona 1969 é encontrado nos EUA

Um verdadeiro “Barn Find” (“achado em celeiro”, em português) ocorreu no estado norte-americano do Alabama, localizado na região sudeste dos EUA. Nada menos do que um legítimo Dodge Charger Daytona 1969 foi encontrado por Charlie Lyons, um apaixonado por Mopars. Charlie e seus dois filhos, Kody e Marcus, compartilham uma grande paixão pelos antigos Mopars. É tanta paixão, que fizeram disso uma profissão. Eles possuem uma pequena oficina em Irvington, também no estado do Alabama, EUA, a “Charlie’s Classis Cars”, especializada na restauração de veículos Chrysler, mas também trabalham com outras marcas, dependendo das necessidades do cliente.

A história, na verdade, começa com um Chevelle LS6 1970. Quando Charlie recebeu um telefonema de um senhor com o LS 1970 à venda, ele não perdeu tempo e voou até o local. Chegando lá, Charlie, em conversa com o tal senhor sobre o Chevelle, este então lhe passou outra informação surpreendente de outros dois veículos. “Durante a conversa, ele começou a falar sobre um par de carros com ‘asas’, um Plymouth Superbird e um Dodge Daytona”, contou Charlie ao site Hot Rod. Parece que o Superbird (projeto criado para suceder o Dodge Daytona nas competições da NASCAR nos anos 70) tinha um motor 440 Six-Pack de quatro velocidades original, mas sofreu avarias demais ao atingir um porco na estrada. Já o Daytona ficou parado ao relento, esperando que um abnegado cidadão norte-americano apaixonado por carros antigos o encontrasse para lhe trazer vida novamente. E essa pessoa não poderia ser outra senão Charlie Lyons, um verdadeiro apaixonado pelos Muscle Cars antigos.

Sobre o Daytona

carroantigo-daytona-1

Com o fracasso dos Charger 500 nas competições, levando um banho dos Ford (Torino Talladega e Mercury Cyclone Spoiler II), o Dodge Charger Daytona 1969 foi criado. O nome foi retirado de Daytona Beach, Flórida, que foi um dos primeiros centros para carros de corrida, onde também fica localizado o Daytona 500, um dos principais eventos da NASCAR. Elzie Wylie “Buddy” Baker Jr., nascido em Florence, cidade localizada no estado norte-americano da Carolina do Sul, foi o primeiro piloto da história da NASCAR a quebrar o recorde de velocidade ultrapassando as 200 milhas por hora (mais de 320 km/h), ocorrido em 24 de março de 1970, em Talladega. Em 1969, a Dodge comemorou duas vitórias com o Daytona e mais quatro em 1970.

O Daytona também apareceu nas telas do cinema, inclusive sendo destaque no filme Velozes e Furiosos 6, de 2013. No filme, Dominic Toretto, interpretado pelo ator Vin Diesel, troca seu Dodge Charger 1970 por um Charger Daytona 1969.

carroantigo-daytona-2

No total foram feitos 503 exemplares do modelo, na época custando por volta de US$ 3.993. Hoje, um exemplar é avaliado em torno de US$ 300.000 (cerca de R$ 1.128.000,00).

Fontes: Hot Rod / Notícias Automotivas / Auto Esporte


newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades, ofertas e promoções! Tudo inerente ao universo do carro antigo!


Somos uma empresa séria, no ramo há mais de 17 anos. Seu e-mail está seguro conosco.